Melhor que ovo de páscoa – cookies!

Não só para a Páscoa, mas para sempre! Amo!! E o melhor de tudo: pode ser um presente lindo se colocado em potinhos fofos ou em saquinhos com um laço. Sou simplesmente viciada nesses biscoitos. Fresquinhos, saindo do forno e perfumando a casa inteira de baunilha e chocolate. Ai, ai… A vida é realmente melhor com eles. :)

A receita é muito fácil e o mais legal é que dá para fazer um montão e congelar a massa pronta, antes de assar. Aí toda vez que der vontade é só pegar no congelador quantos você quiser e colocar direto no forno. Perfeito. Cookies caseiros saindo em 15 minutos! Para mim eles têm vários “usos”: lanchinho da tarde, sobremesa, fome noturna, visitas inesperadas, visitas com crianças etc. Sempre cai bem. Vamos logo à receita, então.

[*** Atualização em 05/05/2016: receita é assim… a cada vez que fazemos, vamos aperfeiçoando um pouquinho. Da última vez que fiz, alterei algumas coisas na receita e os cookies ficaram ainda mais maravilhosos! Um pouco menos doces e muito mais crocantes. DELÍCIA! Então atualizei as quantidades de ingredientes aqui embaixo, mas lá no final do post, na parte “Extras sobre a receita”, vou colocar, só como um registro, as quantidades antigas, de quando postei pela primeira vez.]

Ingredientes

  • 600 g de farinha de trigo
  • 300 g de chocolate picadinho
  • 90 g de açúcar refinado
  • 200 g de açúcar mascavo
  • 15 g de fermento químico
  • 3 ovos (mais ou menos 140 g)
  • 1/2 colher de chá de essência de baunilha
  • 200 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 1 pitadinha de sal

cookies_25862937092_o (2)

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 180°. Misture a manteiga e os açúcares na batedeira em velocidade média. Sem desligar, vá acrescentando os ovos, um de cada vez e bata até que fique uma mistura homogênea. Eu gosto sempre de tirar antes aquela pelinha que envolve a gema, pois tenho trauma de biscoito com gosto de ovo.

Se a sua batedeira for daquelas profissionais, grandona, bonitona, faça esses cookies utilizando aquela pá mais forte (não sei o nome). Acrescente então toda a farinha já misturada com o fermento e o chocolate picado e bata mais um pouco, só até que tudo fique homogêneo. Tá pronto.

Mas se a sua batedeira for igual à minha, daquelas de mão, pequenas, com pás não tão fortes, nesse momento é melhor então desligá-la e usar o braço. Muito braço! Mas nada impossível. rsrs. Acrescente toda a farinha (já misturada com o fermento) e os pedacinhos de chocolate, e vá misturando tudo com uma colher de pau ou uma espátula bem firme. É uma massa super pesada. Uma maçaroca mesmo, parece até argila. Não, argila já é exagero. Mas seja forte! O cookie compensa. Você pode usar um pouco as mãos também, no final, só para ajudar a misturar tudo e formar uma massa homogênea. Mas cuidado para não começar a derreter o chocolate. Essa massa não precisa descansar na geladeira. Imprense a massa na vasilha e está pronto.

cookies_25983742685_o (2)

Então é só ir pegando umas colheradas e transferindo as bolotinhas para uma assadeira forrada com papel manteiga. Eu utilizo mais ou menos a medida de uma colher de sopa para cada cookie. É só mesmo pegar um pouco da massa com a colher e colocar na assadeira de qualquer jeito, sem enrolar com as mãos nem nada. O legal do cookie é exatamente essa cara meio rústica, sem ter uma superfície muito lisinha. No máximo o que eu faço é achatar ele um pouquinho no meio, para não ficar muito altão. É importante apenas que fiquem mais ou menos do mesmo tamanho, para que assem todos ao mesmo tempo. Aqueles pegadores de sorvete também são uma ótima medida e muito práticos para isso. Ah, e lembre-se de deixar um espaço de pelo menos 3 dedos entre eles, pois vão crescer no forno.

cookies_25351049124_o (2)

Depois de feitas estas “bolinhas” você pode fazer duas coisas: assá-las imediatamente a 180° por mais ou menos 15 minutos, até que fiquem bem douradas, ou colocá-las no congelador em uma bandeja por umas 4 horas e, depois que já estiverem congeladas, colocá-as em em sacos de freezer e guardá-las para quando quiser cookies caseiros saindo bem rapidinho. Aí é só levar direto do congelador para o forno e assar até que fiquem douradinhos (mais ou menos 15 minutos).

cookies_25983746475_o (2)

Antes de comer, espere esfriar completamente. Logo que saem do forno eles ainda ficam meio moles, mas confesso que é difícil resistir – vide foto abaixo. “Apressado come cru e quente”, já diria a minha vó. E mole. E derretido também. Mas mesmo assim delicioso. rsrs.

cookies_25683190770_o (2)

Fazendo essa medida de uma colher de sopa de massa para cada cookie (mas você pode fazer do tamanho que preferir!), a receita rende mais ou menos 43 unidades. É bastante coisa! Faço em 4 fornadas, quando asso todos de uma vez, mas aconselho fortemente a assar somente o que for comer na hora (ou no máximo no dia seguinte) e congelar o resto para tê-los sempre fresquinhos e crocantes, saindo do forno em 15 minutos, quando bater aquela vontade.

20160201_224254 (3)

Caso você faça para dar de presente, ou caso não coma todos que forem assados de uma vez só e queira guardá-los para depois, assim que esfriarem coloque-os num pote bem fechado. Eles permanecerão crocantes por mais uns 3 dias.

cookies_25983752465_o (2)

Extras sobre a receita

  • Esse tipo de cookie, crocante por fora e meio macio por dentro, é o famoso cookie estado-unidense. Segundo o que li no site Casa do Cookie e em alguns outros, ele foi criado acidentalmente, em 1930, por Ruth Graves Wakefield, quando ela colocou pedaços de chocolate meio amargo na massa de seus biscoitos, achando que eles derreteriam e se integrariam então à massa. Mas isso não aconteceu e os pedaços de chocolate mantiveram a sua forma, tornando-se apenas mais molinhos e dando aos cookies aquela textura típica e maravilhosa que conhecemos bem. Mas muito antes disso, há mais de 2.000 anos, os confeiteiros costumavam colocar pedacinhos de massa no forno para medir a temperatura, antes de colocar o bolo inteiro. Então quando os pedacinhos douravam e ficavam crocantes, significava que o forno já estava quente o suficiente para receber o bolo. Assim surgiram os primeiros cookies.
  • Eu também usei chocolate meio-amargo nos meus cookies, porque eu gosto mais. Também li que chocolates ao leite podem realmente ficar muito moles e acabarem se misturando um pouco à massa. Mas se você não gosta do meio-amargo, talvez valha a pena tentar.
  • Vi essa receita no blog Receitas e Vídeos, de Romero Bicalho. Ele tem umas receitinhas ótimas. Mas depois acabei adaptando um pouco a receita, com algumas modificações.
  • Caso você queira fazer metade dos cookies de chocolate, é só separar a massa depois de pronta em duas partes e bater uma delas mais um pouco, adicionando 25 g de cacau em pó. Nunca fiz essa versão, mas pelo que vi no blog acima, deve ficar uma delícia também. Ficam bem escurinhos.
  • O tempo de forno vai depender do tamanho do seu cookie e também do próprio forno. No meu, desse tamanho que fiz, ficaram prontos em 16 minutos na primeira fornada e depois um pouco mais rápido. O que vale realmente é ver quando eles ficam bem douradinhos e cheirosos.
  • Só para registro, vou colocar aqui embaixo a lista de ingredientes da primeira versão, antes da atualização do post, mas com as quantidades que estão lá em cima, bem no início, achei os cookies muito mais gostosos.
    • 600 g de farinha de trigo
    • 300 g de chocolate picadinho
    • 120 g de açúcar refinado
    • 200 g de açúcar mascavo
    • 30 g de fermento químico
    • 3 ovos (mais ou menos 140 g)
    • 1 colher de chá de essência de baunilha
    • 220 g de manteiga em temperatura ambiente

 

20160419_171257(1)

20160428_144238 (2)

Beijos e espero que gostem! :)

Anúncios

18 comentários sobre “Melhor que ovo de páscoa – cookies!

  1. Sônia disse:

    Muito bom!!! Adoro Bia! Tudo bem que, como ganhei de presente vindo diretamente da Holanda, tive que requentar no forninho e esperar esfriar um pouco antes de comê-los, mas valeu a pena, realmente são ma-ra-vi-lho-sos !!!! Feito na hora então!!! Aí quem pode dizer é o Jan kkk , a minha nota é 10 !!! Beijinhos ❤️

    Curtir

  2. VERONICA CASTRO disse:

    O que que uma foto faz nas pessoas. Não gosto de cookie mas esse chocolate meio amargo e meio derretido me matou de vontade de tentar fazer e gostar desse tal de cookie. Não vou ainda concordar com o fato de ser melhor que um ovo de páscoa, mas que possa subir de degrau no meu paladar. Que o esforço da massa “argilosa” valha a pena.

    Curtir

  3. Sônia disse:

    Humm!!! Todo dia dou uma passadinha aqui no diariodeprato e sempre acabo parando aqui pra admirar essas fotos. adoro! Já estou com todos os ingredientes, só me resta fazer!😊 bjinhos ❤️

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s